Deteção Remota

Os sensores remotos distinguem-se de acordo com o tipo de informação que é captada, sendo as ondas eletromagnéticas particularmente interessantes no âmbito do estudo de diversos fenómenos, pois que a radiação eletromagnética refletida ou emitida pela Terra, é captada pelos sensores das plataformas aéreas ou orbitais e traduzida em imagens multiespectrais. Além disso, os sensores remotos possibilitam ainda a aquisição de outro tipo de imagens através da tecnologia RADAR. Com estas informações torna-se possível criar elementos cartográficos de extrema importância e utilidade, em vários domínios. Entre as plataformas orbitais mais conhecidas (satélites), destacam-se o Landsat, o Sentinel e o Quickbird.
Outra utilidade dos sensores remotos, é a captação de fotografias com finalidades fotogramétricas. O emprego desta técnica em relação a outros métodos de medição tradicionais, traduz-se em inúmeras vantagens, tais como a recolha de fotografias relativamente rápida, disponibilização de um registo denso de informação com a cobertura de grandes áreas, avaliação de fenómenos dinâmicos e objetos inacessíveis e ainda a atualização de cartografia em tempo reduzido.

Ler mais
Estudo de tipos de vegetação e solo
Este serviço prevê a produção de cartografia imagem para avaliação do estado de diferentes espécies de vegetação, assim como classificação da ocupação do solo, com base no cálculo de uma variedade de índices. Para saber mais, consultar a secção “Loja”.
Produção de Modelos Digitais de Elevação
Produção de Modelos Digitais de Elevação com recurso a imagens de satélite (RADAR).
Ortorretificação de imagens de satélite
Processamento de pares de imagens adquiridas por sensores orbitais para produção de cartografia imagem ortorretificada.
Observação oceanográfica
Os satélites fornecem muito mais informações do que seria possível obter apenas a partir da superfície. O recurso a técnicas específicas permite representar espacialmente esses dados em cartas temáticas (ex: temperaturas à superfície, cor do oceano, presença e altura do gelo, marés, etc.)
Modelos batimétricos
O recurso a imagens multiespectrais permite atualmente, estimar a batimetria de zonas rasas (até 30 metros de profundidades) com precisões suficientes para estudar a hidrodinâmica de zonas costeiras de grande extensão, barras naturais e recifes de coral. Este tipo de dados pode ser utilizado para estudos ambientais, planeamento de projetos de engenharia ou integração em cartas náuticas de zonas de difícil acesso aos meios tradicionais. A resolução espacial varia entre 0,40 - 10 metros, conforme os tipos de sensor utilizado e atendendo à especificidade dos projetos, podem ser utilizadas câmaras multiespectrais instaladas em veículos de voo autónomo.
Estereorestituição de fotografia aérea: modelação 3D e produção de ortoimagens
Modelos Digitais do Terreno e produção de imagens ortorretificadas a partir de fotografia aérea.
Levantamentos fotogramétricos de sítios arqueológicos
Caracterização 2D e 3D de artefactos ou estações arqueológicas com recurso a técnicas fotogramétricas.
Fale connosco
crossmenu linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram